Pássaros Feridos

Resenha: Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-Amada e (Um Pouco) Dramática, de Thalita Rebouças

Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-Amada e (Um Pouco) Dramática, de Thalita Rebouças

Ok, sei que passei um pouco da idade de querer ler livros voltados para o público adolescente. Afinal já tenho quase 22 anos (#ficandovelha), mas quando me surgiu a oportunidade de ler Thalita Rebouças eu não consegui deixar passar. Até porque a Thalita foi uma das escritoras que me marcaram muito quando passei por esta fase da vida. Lembro até que uma vez um trecho de Fala Sério, Mãe! caiu num tipo de vestibular que fiz quando estava nessa idade. Juro que depois disso fiquei empolgada pra resolver as questões.


Livro: Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-Amada e (Um Pouco) Dramática
Autor: Thalita Rebouças
Gênero: Literatura juvenil
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Onde comprar: Saraiva | Submarino | FNAC | Cultura
Nota: 4 Stars (4 / 5)

Sinopse: "Tetê acaba de se mudar com a família toda para Copacabana, no Rio de Janeiro, para a casa dos avós. O lindo e espaçoso apartamento da Barra da Tijuca em que morava teve que ser vendido, pois com a crise o pai foi demitido, e o resultado é que a vida dela virou de cabeça para baixo. Além de perder a privacidade, tendo que dividir o espaço com cinco parentes malucos que brigam o tempo todo, ela perdeu todas as suas referências. A única coisa que a deixa feliz é cozinhar. E, claro, comer as delícias que faz. O lado bom foi se livrar do antigo colégio, no qual sofria bullying por causa de seu jeito peculiar. Sem contar sua desilusão amorosa… O problema é que ela está apavorada, porque agora tudo será novo e estranho, com o ensino médio, com a nova escola, e sem conhecer ninguém. E morre de medo de ser excluída ou de sofrer bullying novamente. Ela está bem mal, para dizer a verdade. Ou talvez seja um pouco de drama, porque já no primeiro dia as coisas parecem ser um pouco diferentes… Pelo jeito, tudo vai mudar, e para melhor."Skoob


Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-Amada e (Um Pouco) Dramática é bem o que o próprio título diz. O livro conta um pouco sobre a Tetê, uma adolescente divertida que adora cozinhar, e vai ter que passar pelos dilemas da sua idade. Seu pai acaba perdendo o emprego por conta da crise econômica, daí sua família acaba tendo que se mudar para casa dos avós em Copacabana. Então a força maior obriga Tetê a ir para uma escola nova, começar do zero. E a gente sabe que isso pode ser bem assustador, né?

Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-Amada e (Um Pouco) Dramática, de Thalita Rebouças

Eu diria que Thalita Rebouças é conhecida por ter uma escrita com elementos fluidos e muito divertidos, mas sem perder a sua marca. Você literalmente pode começar a ler algo dela sem saber quem escreveu e no final você acaba reconhecendo esse estilo . Claro que com esse livro não foi diferente. Ela conseguiu criar personagens bem doidinhos e marcantes (a Tetê mesmo é um amor), e mesmo os que a gente pensa que serão "clichês" acabam tendo atitudes muito diferentes. E nesse livro as risadas são garantidas.

Ainda por cima, no livro a Thalita aborda assuntos bem sérios, como o bullying, autoaceitação e homossexualidade. Acredito que os autores tem um papel muito importante para desconstruir a ideia de que certas atitudes são normais. E mostrar isso logo no início dessa fase de vida, onde o jovem já começa a desenvolver pensamentos mais críticos, é essencial para formação de uma pessoa.

Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-Amada e (Um Pouco) Dramática, de Thalita Rebouças

Enquanto acontecia todo esse drama Tetê aproveitava pra botar em prática umas receitinhas bem nível mamão com açúcar, que é pra todo mundo conseguir reproduzir em casa. Pra mim essa foi a característica mais legal do livro! E olha, mesmo sendo práticas elas são de dar água na boca. Pensando bem acho que vou correr para fazer algo agora mesmo.

Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-Amada e (Um Pouco) Dramática, de Thalita Rebouças

A diagramação dessa obra é uma das mais lindas que já vi. É cheia de detalhes nas aberturas de capítulo, ilustrações e conversas no WhatsApp, coisa que dinamiza bastante os acontecimentos. Isso é bem atrativo pra quem está iniciando no mundo da leitura, afinal quantas adolescentes não começaram a ler pelos livros da Thalita?

Ler Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-Amada e (Um Pouco) Dramática depois dos 20 anos me fez ter uma baita nostalgia. Sem dúvidas eu me vi em diversas situações do livro, até porque nunca parei num colégio por mais de três anos. Os adultos falam que é tudo drama, mas no fundo a gente sabe que são problemas reais e decisivos para o curso do resto da vida.

Indicado principalmente para os momentos em que você só quer uma leitura confortável e garantida. E também para os dias de ressaca literária!

OBS: por favor respondam a pesquisa de público de 2017 do blog! Para acessar, clique aqui. Muito obrigada ❤

Editado em: 10/02/2017

Eu nem acredito que a própria Thalita Rebouças leu esta resenha e ainda fez esse comentário no Twitter 😱. Sinto extremamente feliz por ter meu trabalho apreciado por uma autora que conheço desde criança. Meu deus!

Print do tweet da Thalita Rebouças sobre minha resenha!

Resenha: Olho por Olho, de Jenny Han e Siobhan Vivian
Resenha: O Livro dos Espelhos, de E. O. Chirovici
Cinema: o que achei de La La Land?