Pássaros Feridos

Resenha: A Escolha, de Kiera Cass

a-seleção-kiera-cass-2
Livro: A Escolha
Autor: Kiera Cass
Editora: Editora Seguinte
Páginas: 352
ISBN: 9788565765374
Onde comprar: Saraiva | Submarino | FNAC | Cultura
Nota: 5 Stars (5 / 5) +
Sinopse: "A Seleção mudou a vida de trinta e cinco meninas para sempre. E agora, chegou a hora de uma ser escolhida. America nunca sonhou que iria encontrar-se em qualquer lugar perto da coroa ou do coração do Príncipe Maxon. Mas à medida que a competição se aproxima de seu final e as ameaças de fora das paredes do palácio se tornam mais perigosas, América percebe o quanto ela tem a perder e quanto ela terá que lutar para o futuro que ela quer. Desde a primeira página da seleção, este best-seller #1 do New York Times capturou os corações dos leitores e os levou em uma viagem cativante … Agora, em A Escolha, Kiera Cass oferece uma conclusão satisfatória e inesquecível, que vai manter os leitores suspirando sobre este eletrizante conto de fadas muito depois da última página é virada." – Skoob


Mais uma vez venho aqui no blog falar que a trilogia A Seleção é só amores, e que de novo devorei mais um livro em poucas horas. Em A Escolha, America finalmente organiza seus pensamentos, ouve seu coração e está decidida a seguir seus sentimentos. Temos mais momentos do casal em questão, Maxon e America. Acredito que não seja surpresa pra vocês, já que não faria o menor sentido se ela tivesse dado a maior viagem nessas aventuras pra ficar com Aspen no final. Até porque a trilogia é muito mais explorada nessa questão do triângulo amoroso do que na distopia em si.

a-seleção-kiera-cass

Depois de ter feito um inimigo no final do segundo livro, A Elite, America continua sendo infernizada. Isso atrapalha sua estada em alguns momentos, mas a boa notícia é que ela fica mais próxima das coleguinhas concorrentes, incluindo a pior pessoa mais irritante até então: Celeste. Descobrimos que ela também tem seu lado humano, e como muita gente, ela é casca dura porque é seu mecanismo natural de defesa. Nesse momento, desenvolvi uma empatia espontânea pela personagem e fiquei realmente surpresa como a autora deu autenticidade à ela.

Como nos outros livros, muito escândalo acontece. Em determinado momento, America se vê obrigada de sair do palácio temporariamente para voltar para casa. Lá ela recebe uma carta e descobre mais algumas coisas que envolvem os rebeldes e sua família. Além disso, somos apresentados aos irmãos de America, principalmente aquele que se afastou da família de propósito. Por sinal, é um imbecil e inclusive faz chantagens à própria irmã.

Voltando ao palácio, a bomba do livro acontece. Maxon, a princípio, recebe America dizendo que ela será a escolhida, e que no próximo dia seria feito o anúncio. Porém, antes do anúncio, a bomba explode e derruba todos os forninhos de Illéa. De repente, America não é mais a escolhida do príncipe, sendo posta outra em seu lugar. Finalmente, no dia do anúncio, um ataque acontece. E esta não é simplesmente mais uma no meio de tantos outros que aconteceram durante esses três livros. Há muito sangue, e ninguém escapa ileso. E aí, quem será que se salva? Qual o desfecho da história?

a-seleção-kiera-cass-3 a-seleção-kiera-cass-4
Dedicação mais fofa :heart:
a-seleção-kiera-cass-5

Sou obrigada a dizer que, em muitos pontos, A Escolha pecou na falta de desenvolvimento quanto aos grupos rebeldes e seus princípios. Esperava mais explicações, mas ainda assim o livro conquistou meu coração e um espaço nos meus livros favoritos. Pelo fato de muitas pessoas concordarem que ele é superficial em sua distopia, foi anunciado que A Seleção ganhará mais dois livros. Também tem o epílogo de A Escolha, e vocês podem lê-lo aqui. Tô super aliviada por isso porque realmente faltou informação, mas ainda assim, é uma ótima leitura, principalmente se você ler os primeiros livros e gostar.

Resenha: O Livro dos Espelhos, de E. O. Chirovici
Resenha: Confissões de Uma Garota Excluída, Mal-Amada e (Um Pouco) Dramática, de Thalita Rebouças
Cinema: o que achei de La La Land?

6 comentários
  • Nanda

    Ahhhh Maxon <3
    Esse livro é lindo! Só achei que ficou faltando cenas mais íntimas, mas depois que ela lançou aquele amor de cena extra da America e do Maxon eu até chorei de emoção!!! Fato é que poderia ter falado mais da distopia e dos rebeldes, mas o foco do livro é realmente o romance e muita gente que lê não engole isso!
    Menina eu amei seu blog!!! É tão lindo! Queria um layout fofura pro meu como o seu! Gostei de tudo! E adorei sua resenha.
    Já até coloquei no feed do Bloglovin e curti sua página do Facebook! Voltarei sempre!
    Beijinhos

    Responder
    • Cristiane

      Você viu que vai sair continuação, Nanda? Inclusive a capa saiu, e ó <3 E nossa, muito obrigada pelo carinho! De verdade :heart:

      Beijinhos!

      Responder
  • Amanda

    Nunca senti tanto amor e ódio por uma trilogia como eu senti por essa. Mas mal esperava para ler "A Escolha" e não me decepcionei. Ele é muito lindo. <3

    Responder
    • Cristiane

      Com certeza essa trilogia é só amor e ódio, HAHAHA. Mas mesmo assim, tem um lugarzinho especial nos livros favoritos <3

      Responder
  • cacá h.

    amei seu blog, conheci lá no grupo do rotaroots 😉

    Responder
    • Cristiane

      Oi Cacá! Que bom que gostou do blog :heart: <3

      Responder