3 comentários

Resenha: A Escolha, de Kiera Cass

em Livros, Resenhas

a-seleção-kiera-cass-2

Livro: A Escolha
Autor: Kiera Cass
Editora: Editora Seguinte
Páginas: 352
ISBN: 9788565765374
Nota: 5 Stars +
Sinopse: “A Seleção mudou a vida de trinta e cinco meninas para sempre. E agora, chegou a hora de uma ser escolhida. America nunca sonhou que iria encontrar-se em qualquer lugar perto da coroa ou do coração do Príncipe Maxon. Mas à medida que a competição se aproxima de seu final e as ameaças de fora das paredes do palácio se tornam mais perigosas, América percebe o quanto ela tem a perder e quanto ela terá que lutar para o futuro que ela quer. Desde a primeira página da seleção, este best-seller #1 do New York Times capturou os corações dos leitores e os levou em uma viagem cativante … Agora, em A Escolha, Kiera Cass oferece uma conclusão satisfatória e inesquecível, que vai manter os leitores suspirando sobre este eletrizante conto de fadas muito depois da última página é virada.” – Skoob


Mais uma vez venho aqui no blog falar que a trilogia A Seleção é só amores, e que de novo devorei mais um livro em poucas horas. Em A Escolha, America finalmente organiza seus pensamentos, ouve seu coração e está decidida a seguir seus sentimentos. Temos mais momentos do casal em questão, Maxon e America. Acredito que não seja surpresa pra vocês, já que não faria o menor sentido se ela tivesse dado a maior viagem nessas aventuras pra ficar com Aspen no final. Até porque a trilogia é muito mais explorada nessa questão do triângulo amoroso do que na distopia em si.

a-seleção-kiera-cass

Depois de ter feito um inimigo no final do segundo livro, A Elite, America continua sendo infernizada. Isso atrapalha sua estada em alguns momentos, mas a boa notícia é que ela fica mais próxima das coleguinhas concorrentes, incluindo a pior pessoa mais irritante até então: Celeste. Descobrimos que ela também tem seu lado humano, e como muita gente, ela é casca dura porque é seu mecanismo natural de defesa. Nesse momento, desenvolvi uma empatia espontânea pela personagem e fiquei realmente surpresa como a autora deu autenticidade à ela.

Como nos outros livros, muito escândalo acontece. Em determinado momento, America se vê obrigada de sair do palácio temporariamente para voltar para casa. Lá ela recebe uma carta e descobre mais algumas coisas que envolvem os rebeldes e sua família. Além disso, somos apresentados aos irmãos de America, principalmente aquele que se afastou da família de propósito. Por sinal, é um imbecil e inclusive faz chantagens à própria irmã.

Voltando ao palácio, a bomba do livro acontece. Maxon, a princípio, recebe America dizendo que ela será a escolhida, e que no próximo dia seria feito o anúncio. Porém, antes do anúncio, a bomba explode e derruba todos os forninhos de Illéa. De repente, America não é mais a escolhida do príncipe, sendo posta outra em seu lugar. Finalmente, no dia do anúncio, um ataque acontece. E esta não é simplesmente mais uma no meio de tantos outros que aconteceram durante esses três livros. Há muito sangue, e ninguém escapa ileso. E aí, quem será que se salva? Qual o desfecho da história?

a-seleção-kiera-cass-3

a-seleção-kiera-cass-4

Dedicação mais fofa :heart:

a-seleção-kiera-cass-5

Sou obrigada a dizer que, em muitos pontos, A Escolha pecou na falta de desenvolvimento quanto aos grupos rebeldes e seus princípios. Esperava mais explicações, mas ainda assim o livro conquistou meu coração e um espaço nos meus livros favoritos. Pelo fato de muitas pessoas concordarem que ele é superficial em sua distopia, foi anunciado que A Seleção ganhará mais dois livros. Também tem o epílogo de A Escolha, e vocês podem lê-lo aqui. Tô super aliviada por isso porque realmente faltou informação, mas ainda assim, é uma ótima leitura, principalmente se você ler os primeiros livros e gostar.

3 comentários

Minha câmera nova: Canon T5i e lente do kit 18-55mm STM

em Dicas, Fotografia, Resenhas, Tecnologia

canon-t5i-kit

Demorou, mas saiu! O post sobre minha câmera nova foi muito requisitado, mas esperei um pouco para que pudesse testar melhor o produto e fazer uma resenha bem detalhada para vocês.

Primeiramente, vou contar o que me levou a adquiri-la. Comprei a Canon T5i no início de junho, durante minha viagem para Foz do Iguaçu. Eu estava juntando dinheiro há um bom tempo, havia colocado na cabeça essa ideia de que começaria a comprar meus desejos de consumo sozinha. Mas bem antes disso, talvez quando havia iniciado minha vida de blogueira, já cobiçava ter minha própria semi (ao contrário do que muita gente pensa, esses modelos EOS Digital Rebel ainda não são profissionais – estas são maiores, mais pesadas, bem mais caras e melhores também). Comecei pensando em uma Nikon D90 e depois passei para uma Canon T3i. Claro, com muita pesquisa. Mas o tempo foi passando e surgiram as câmeras Canon T4i, e depois a T5i. Meu desejo acompanhou os lançamentos, e então acabei optando pela T5i porque era o modelo mais recente dessa linha.

Enfim, vou falar sobre as funcionalidades da câmera comparada ao modelo T3i da linha, que é uma das mais vendidas e que as pessoas mais conhecem.

lente-18-55mm-STM-canon

A Canon T5i (e a T4i), diferentemente da T3i, possui lente STM no kit, o que significa que o motor de foco dela não faz barulho. E eu gostaria muito de ter uma lente dessas, até porque penso em começar um canal no Youtube (e quem sabe não fazer resenhas, responder tags e fazer vlogs…), e o barulho do motor de foco me incomoda muito em vídeos. Para saber como é, clique aqui. Além disso, o visor dela é móvel (rotação de 360°), o que significa que você pode virar a tela e se observar durante uma foto, ou filmagem. E por que não comprei uma T4i? Porque ela foi tirada de linha em menos de dois anos (o que me faz desconfiar muito do produto), fora que o preço da T5i era quase o mesmo, se não for menor em alguns lugares. A diferença da T4i para T5i é mínima, então quem tem uma T4i não precisa investir numa T5i mesmo. Mas quem se interessa por uma T3i e quer esses benefícios para gravação de vídeos, eu acredito que vale a pena investir numa T5i, se o dinheiro não for um problema.

A lente que veio no meu kit foi uma 18-55mm f/3.5-5.6 IS STM. IS indica que a lente possui estabilizador de imagem, e STM, como disse anteriormente, confere um motor de foco silencioso. E ela é silenciosa mesmo! No início essa lente me quebrou muito o galho, até porque estava viajando para um ponto turístico. Então precisei utilizar o zoom da lente em muitos momentos, coisa que não conseguiria se tivesse com uma lente fixa. Quando cheguei de viagem, adquiri uma “cinquentinha”, ou a 50mm f/1.8 II, pelo Mercado Livre mesmo. Mas explico melhor isso num post que planejo fazer sobre a lente.

A T5i também tem visor touchscreen, mas na minha opinião, isso não é super necessário porque é muito fácil sujar ele com a oleosidade das mãos (e do nariz que encosta nele também). Entretanto tem uma funcionalidade legal que faz, ao tocar num ponto da tela, uma foto com o foco onde você tocou, no live view. Eu uso só quando estou no modo live view para mudar o ISO e tempo de exposição para fazer fotos no tripé, mas só porque é mais prático mesmo. Não faz tanta falta.

A câmera também consegue fazer fotos HDR (High Dynamic Range), que são fotos com várias exposições diferentes, e que, ao combinadas, produzem uma fotografia final muito mais interessante, contrastante e com mais detalhes nas luzes e sombras. Não é em todos os casos que é necessário utilizar essa técnica, porém é muito utilizada em situação de paisagem com céu claro (onde geralmente você tem que escolher dar mais detalhes só ao céu, ou só à paisagem), ou seja, quando a variação de luz do ambiente é muito grande. Vocês podem entender melhor como funciona aqui. Ainda não precisei utilizar essa função, mas espero usar logo <3

Além do corpo e da lente 18-55mm do kit, veio na caixa dois manuais de instrução (um em inglês e o outro em espanhol), o carregador, o cabo do carregador (a parte que encaixa na tomada não é anexa ao carregador), o cabo USB para transferir as fotos para o computador, dois CDs (um de instruções e outro com softwares da Canon), a bateria, e alguns papéis (comerciais de lentes com dicas de utilização e outras sobre a câmera). O cartão de memória não é incluso, então comprei junto com a câmera, até porque não daria para usar ela direito na viagem.

Como estava tirando a foto com a câmera, ela não apareceu nas imagens, mas não é super pesada (pesa cerca de 525g sem a lente). Só que para ficar andando com ela por aí acaba sendo um pouco chato. Pelo que li, o material dela é semelhante ao da T3i, com algumas melhorias. É bem resistente, mas não é como se fosse parecida a uma profissional.

Confira algumas fotos feitas por mim, com a Canon T5i elente 18-55mm STM.

canon-t5i-1

canon-t5i-2

canon-t5i-3

canon-t5i-4

canon-t5i-5

canon-t5i-6

canon-t5i-7

Paguei U$640.00 pelo kit (cerca de R$1.540,00 com a cotação da época), fora o cartão de memória, numa loja das Casas Nissei do Paraguai (Ciudad del Este), e meu pai acompanhado de um conhecido que entendia do assunto que compraram. Mas, porém, entretanto, fui super sortuda, e no caminho da volta eles tiveram o carro parado e foram obrigados a pagar impostos. Então desembolsei cerca de R$600,00 para pagar impostos e uma multa. Daí o preço ficou igual o do Mercado Livre. Não é elegante dizer isso, mas né, difícil ser consumidora no Brasil. Só que agora não recomendo para ninguém, porque depois de mim, muitos conhecidos também foram parados. Então se vocês quiserem adquirir a Canon T5i, não é inteligente tentar lá, hahaha.