Filme: Vingadores – Era de Ultron

Direção: Joss Whedon
País/Ano: 2015
Gênero: Ação, aventura, ficção científica
Duração: 2h22min
Distribuidora: Disney
Classificação: 12 anos
Elenco: Robert Downey Jr., Chris Evans, Mark Ruffalo, Chris Hemsworth, Scarlett Johansson, Jeremy Renner, Aaron Taylor-Johnson, Elizabeth Olsen, Samuel L. Jackson
Nota: [usr=5]
Sinopse: “Tentanto proteger o planeta de ameaças como as vistas no primeiro Os Vingadores, Tony Stark busca construir um sistema de inteligência artifical que cuidaria da paz mundial. O projeto acaba dando errado e gera o nascimento do Ultron. Capitão América, Homem de Ferro, Thor, Hulk, Viúva Negra e Gavião Arqueiro terão que se unir para mais uma vez salvar o dia.” – AdoroCinema


Na última quinta-feira aconteceu a estreia de um dos filmes mais esperados do ano: Vingadores – Era de Ultron, que chegou aos cinemas de todo o país uma semana antes da estreia mundial (fãs brasileiros cada vez mais reconhecidos, eba!). Apesar de não ser uma grande leitora de quadrinhos (mas ainda pretendo aprofundar mais minha leitura), confesso que adoro os filmes da Marvel, e com este não foi diferente. E acredito que todo mundo que já viu chegou na mesma conclusão, o que está refletindo nos números crescentes nas salas de cinema.

Era de Ultron já começa eletrizante e cheio de ação. Na tentativa de recuperar o Cetro de Loki, os heróis invadem um esconderijo da Hydra, e aí temos a cena eletrizante que repercutiu a internet.

avengers-age-of-ultron

Se o primeiro filme da série foi sobre a união da equipe, este filme representa exatamente o contrário. Sob uma atmosfera obscura, os heróis estão todos em conflito de interesses, o que ameaça o desmoronamento do conjunto. Tony Stark, com a ajuda de Bruce Banner, cria roboôs para a manutenção da paz mundial que não precisa de piloto humano, ou seja, com inteligência artificial. E a solução que este robô encontrou para esse problema foi a exterminação da espécie humana. Daí já viu, né gente? A treta foi plantada.

vingadores-era-de-ultron-2

Neste filme são apresentados novos personagens, denominados “aprimorados”, que com certeza contribuem para o curso da história. O diretor fez um ótimo trabalho com o desenvolvimento deles, ainda mais tendo em vista que os heróis principais não podiam ser deixados de lado. Senti um destaque maior para o Gavião Arqueiro dessa vez. E sobrou tempo até para um romancezinho. E é obvio, tudo sem deixar o lado humorado dos filmes da franquia Marvel que faz com que ela seja tão apreciada.

Ainda estou em dúvidas se gostei mais deste ou do primeiro filme, mas é porque ambos são muitos bons <3 E você, já correu no cinema para assistir? Se não, corram que não vão se arrepender! E ah, como se trata de um filme da Marvel, não esqueçam que tem cena dos créditos, meio que um ~teaser~ do próximo filme!

Minhas primeiras hand letterings

Se tem uma coisa pela qual eu sempre me interessei é a arte da caligrafia. Desde criança eu gostava de ver as letras de convites de casamento e copiar formando outras palavras numa folha em branco, hahaha. E mais antigamente, tinha meu caderninho de caligrafia do primário, quando estava aprendendo a escrever. Sempre dava o melhor de mim e tentava caprichar bastante para agradar a professora, e a mamãe <3

Há uns dias estava em mais um momento tedioso no 9gag e acabei vendo um gif de uma pessoa fazendo hand lettering. Logo fiquei maravilhada e fui procurar o material que a pessoa utilizava. Descobri que era um dos marcadores da Tombow, que possui duas pontas: uma que lembra pincel (e de acordo com a pressão feita, ele faz traço fino ou grosso), e o outro lado seria uma ponta regular que tem traço parecido com uma Stabilo Pen 68. E pronto, a besteira foi plantada. Acabei procurando na internet para comprar (porque aqui na minha cidade é certeza que não encontraria), e achei. Pedi e em alguns dias ela chegou em casa. Logo fui testar, e assim saiu minha “primeira hand lettering“, porque foi no improviso, hahaha.

A segunda hand lettering saiu um pouco depois da primeira, pois fiquei surpresa com o potencial das minhas novas canetas, hahaha. E ela saiu assim:

A partir daí comecei a procurar trabalhos que me inspirassem e sobre técnicas que me ajudasse a desenvolver meu próprio estilo. Foi assim que saiu a minha terceira hand lettering, que inclusive achei bem melhor que as outras duas.

E hoje fiz essa hand lettering da primeira foto do post, que era só pra ilustrá-lo 😉 .

Para quem ficou curioso em saber se escrevo dessas formas todos os dias, a resposta é: não gente, hahaha. Fazer lettering é uma coisa que dá trabalho, requer planejamento e bastante organização. Então não dá mesmo. Minha letra de todos os dias é essa da seguinte foto, que utilizo para fazer minhas anotações da faculdade, etc.

minha-letra

E é isso gente! Espero trazer mais trabalhos aqui no blog logo, e também espero aumentar minha coleção de Tombows, hahaha. Aliás, se vocês quiserem post explicando melhor como elas funcionam, é só falar. Também tô de olho numa caneta tinteiro/pena de bico porque também dá um resultado incrível :heart: . Para quem quiser acompanhar meu trabalho “em tempo real”, é só me seguir no Instagram e adicionar no snapchat, que é keepcalmcris. Beijos e bom fim de semana!

12 livros interativos para você se divertir


(Imagem via The Shopping Sherpa)

Não sei vocês, mas eu sempre tive um cuidado enorme com meus livros, e isso incluía nunca escrever neles, nem mesmo grifá-los (nem com lápis #chata). Meu único costume de sempre é assinar meu nome na primeira página, e colocar a data que adquiri a obra. Só pra deixar aquele toque pessoal, e lembrar da leitura no futuro. Então quando os livros interativos surgiram, pra mim foi uma coisa um tanto quanto absurda, já que Wreck This Journal foi o que permitiu o boom dos livros do tipo, e eu o considero um tanto quanto too much para mim.

Mas que os livros interativos são a febre do momento ninguém pode negar né? E não é por pouco: são leves, divertidos e estimulam a criatividade, além de interação com o próximo. E todos são muito fofinhos, dá muita vontade de tê-los na sua estante :heart: . E foi assim que me rendi a eles também, hahaha! E hoje trouxe uma listinha com 12 livros interativos para você se divertir também!

1. Destrua Este Diário, de Keri Smith

Destrua Este Diário, ou Wreck This Journal, é o livro que citei no começo do post, e nada mais justo ele aparecer como o primeiro da lista. A obra é totalmente inovadora, e algumas das atividades do livro são: lamber uma página, sujar com terra, pisar em cima, rasgar, jogar o livro… Com certeza o livro vai te tirar da monotonia! Possui três versões com capas diferentes :)

Onde comprar: Submarino | Saraiva | Livraria Cultura | Fnac

2. Termine Este Livro, de Keri Smith

Keri Smith se inspirou mesmo depois do sucesso de Destrua Este Diário, e acabou lançando Termine Este Livro. Mas por que será que alguém publicaria um livro incompleto, não é mesmo? Nesta obra você deve fazer literalmente o que o título pede (fazendo listas, desenhando, criar objetos, compartilhar atividades…), e para isso você conta com algumas instruções e manuais descritos no livro. De longe não tem nada a ver com o primeiro livro da autora, mas não deixa de ser super gostoso de fazer as atividades!

Onde comprar: Submarino | Saraiva | Livraria Cultura | Fnac

3. 1 Página de Cada Vez, de Adam J. Kurtz

Este livro propõe 365 atividades, e nele você deve fazer cada uma num dia, como o próprio título sugere. Escrito por Adam J. Kurtz, um designer super gente boa (curtiu minhas publicações por aí na internet <3), ele inova nas atividades propostas. Tem atividade reflexiva, listas para você preencher, perguntas para você responder... Porém propõe a você se melhorar como pessoa, e perceber como você pode mudar num ano. Já tenho ele na minha estante, e você pode conferir minha resenha detalhada aqui <3

Onde comprar: Submarino | Saraiva | Livraria Cultura | Fnac

4. Jardim Secreto, de Johanna Basford

O Jardim Secreto pode ser considerado terapia, e com certeza você não vai ver o tempo passar quando estiver com ele. Este livro é um livro para colorir, mas não é infantil, porém também é um bom presente para a idade. Possui ilustrações super ricas, cheias de detalhes, e é claro, muito delicadas! E quando você termina de colorir cada página, as ilustrações vão se transformando e ganhando vida. Além disso, tem um “quê” de Where’s Wally com a proposta de você procurar coisas escondidas pelos desenhos. Um amor! E tô desejando ele na minha estante loucamente, hahaha.

Onde comprar: Submarino | Saraiva | Livraria Cultura | Fnac

5. O Livro do Bem, de Ariane Freitas e Jessica Greco

Este livro, escrito pelas autoras do blog Indiretas do Bem, é cheio de sentimentos bons, como amor, felicidade e alegria de viver <3 São atividades simples, como fazer desenhos e listas, mas com o propósito de preencher seu coração e te fazer sentir bem consigo mesmo. Tem ilustrações muito fofas e letterings com recados inspiracionais! Acredito que é um presente lindo para alguém que você ame muito :) .

Onde comprar: Submarino | Saraiva | Livraria Cultura | Fnac

6. Listografia, de Lisa Nola

Já pensou em fazer sua própria autobiografia? E uma autobiografia em listas? Pois essa é a proposta do livro Listografia! Basicamente são mil listas para você responder sobre sua vida, sobre coisas que você já fez. E quando você lê-lo no futuro, sentirá a mesma nostalgia que inspirou Lisa Nola a escrever o livro. Sou suspeita ao falar (porque amo fazer listas pra tudo na vida), mas o livro é uma delícia de se resolver!

Onde comprar: Submarino | Saraiva | Livraria Cultura | Fnac

7. Eu + Você = Nós – Um livro para preencher junto, de Lisa Currie

Que tal um livro interativo para resolver com uma pessoa que você gosta muito? Eu + Você = Nós tem justamente essa ideia! Lisa Currie explora a conexão entre as pessoas e propõe atividades que estimulam ambos a pensarem em suas melhores lembranças, e em coisas que possuem em comum (ou não). Este livro é ideal para você screver junto com seu(sua) melhor amigo(a), namorado, irmão…

Onde comprar: Submarino | Saraiva | Livraria Cultura | Fnac

8. Gaveta de Bolso, de Juliana Cunha e Luda Lima

Gaveta de Bolso é um livro interativo para você se divertir enquanto tem que fazer outras coisas, como “enquanto fala ao telefone, espera o amigo que não chega, economiza a bateria do celular, aguarda o chefe parar de surtar, o cachorro acabar de ser tosado ou a serenidade voltar a habitar o seu corpo”. Também possui desenhos, listas, linhas para escrever texto… O mais legal é que você pode ver o ebook completo neste link. Eu achei esse livro bem legal, porque adoro ficar simplesmente rabiscando enquanto estou no telefone, hahaha.

Onde comprar: Submarino | Saraiva | Livraria Cultura | Fnac

9. Diário da Seleção, de Kiera Cass

Você é fã da série A Seleção? Aposto que está com saudade de America, Maxon e toda Illéa, não é mesmo? Enquanto o quarto (e finalmente último) livro da saga não vem (que aliás está com uma capa maravilhosa), você pode se divertir com este diário, que possui 366 atividades relacionadas ao mundo distópico criado pela autora Kiera Cass. Tem listas, páginas para desenhar, criar playlists, acróstico para resolver, perguntas para responder… Já tenho ele, e logo trarei resenha pra vocês <3

Onde comprar: Submarino | Saraiva | Livraria Cultura | Fnac

10. Q&A a Day, de Potter Style

Existem muitos livros interativos que ainda não foram traduzidos. Q&A a Day é um deles, e simplesmente achei que não poderia ficar fora da lista. Nesta obra somos convidados a escrever a resposta para a pergunta do dia, todos os dias, por 5 anos. E a pergunta é a mesma para cada dia do mês. Por exemplo: no dia 1 de janeiro a pergunta é a mesma do dia 1 de fevereiro, 1 de março, 1 de abril… E assim vai! O legal é que as perguntas são bem reflexivas, e assim você pode ver suas mudanças nesse período! O livro é hardcover, a lateral das páginas são douradas e a capa tem essa carinha rústica toda charmosa. Desde já desejando <3

Onde comprar: Amazon | Book Depository | Livraria Cultura

Bônus: também tem a versão para casais, o Our Q&A a Day! Porém é de 3 anos :)
Onde comprar: Amazon | Book Depository | Livraria Cultura

11. One Line a Day: A five year memory book, da editora Chronicle Books Llc

Assim como Q&A a Day, o One Line a Day também propõe como atividade escrever por 5 anos. Entretanto você é livre para escrever o que quiser sobre o que aconteceu no seu dia, mas em poucas linhas. Então escreva o mais relevante! No fim dele há algumas páginas para você escrever sobre datas importantes, caso role algo que valha a pena dar um destaque maior. Ele é hardcover azul Tiffany e tem a lateral das páginas em dourado também. Lindo!

Onde comprar: Amazon | Book Depository | Livraria Cultura

12. What I Wore Today, de Gemma Correll

Esse eu acredito que é o livro interativo mais diferente da lista. What I Wore Today é um livro interativo para os amantes de moda, então esperem por muitos espaços para desenhar looks <3 Gemma Correll escreveu este livro baseado no grupo do Flickr, onde desenhava seus looks ao invés de tirar fotos, por achar que não era uma pessoa fotogênica. O What I Wore Today possui várias dicas de moda e estilo! É dividido em 4 capítulos, cada um destinado à uma estação do ano: primavera, verão, outono e inverno. Não posso deixar de citar que o livro está repleto de ilustrações super fofas, inclusive tive vontade de comprá-lo só ao ver a capa :heart: (tem até direito a elástico pink).

Onde comprar: Amazon | Book Depository | Livraria Cultura

E você? Já aderiu aos livros interativos? Tem ou compraria algum da lista? :)

Facebook | Twitter | Instagram | Bloglovin | Skoob | Youtube